sábado, 21 de abril de 2018

"Ordem e amor"


O amor preenche o que a ordem abarca.
O amor é a água, a ordem é o jarro.
A ordem reúne,
o amor flui.

Ordem e amor atuam unidos.
Como uma canção obedece às harmonias,
o amor obedece à ordem.

E, como é difícil para o ouvido
acostumar-se às dissonâncias,
mesmo que sejam explicadas,
é difícil para a alma
acostumar-se ao amor sem ordem.

Alguns tratam essa ordem
como se ela fosse uma opinião,
que eles podem ter ou mudar à vontade.

Contudo, ela nos é preestabelecida.
Ela atua, mesmo que não a entendamos.

Não é inventada, mas descoberta.
Nós a depreendemos,
como ao sentido e à alma,
por seus efeitos.


Bert Hellinger